A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

sábado, 23 de abril de 2011

Sessão Abertura Ano Judiciário

Com que vontade gostaríamos de dizer isto e gritá-lo bem alto, mais que não fosse para tirar toda a raiva que temos dentro de nós... estou errado ???!!!

1 comentário:

  1. Nós até podemos dizer muita coisa, mas ninguém nos ouve ;)
    Até nos partidos políticos o silêncio é de ouro... só falam os chefes e quem repetir... o chefe ;))


    Bjos

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.