Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

sábado, 23 de abril de 2011

Jazz Standards (XI)

O que é um “Jazz Standard” ?

Os termos “standards” ou “jazz standards” são muitas vezes usados quando nos referimos a composições populares ou de músicas de jazz. Uma rápida pesquisa na Internet revela, contudo, que as definições desses termos podem ser muito variar muito.
Então o que é um “standard” ?
Comparando definições de alguns dicionários e de estudiosos de música e baseando-nos naquilo que for comum e que estiver em acordo, será razoável dizer que:
“Standard” (padrão) é uma composição mantida em estima contínua e usada em comum, por vários reportórios.
… e …
Um “Jazz Standard” (padrão de jazz) é uma composição mantida em estima contínua e é usada em comum, como a base de orquestrações/arranjos de jazz e improvisações.
Algumas vezes, o termo “jazz standard” é usado para sugerir que determinada composição se torna um “standard”. Palavras e frases têm muitas vezes múltiplos significados e esta não é excepção. Neste sítio http://www.jazzstandards.com/ nós vamos usar a definição que tem maior aceitação geral, uma que aceita composições seja qual for a sua origem.

(Dados Biográficos In Wikipédia e In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

(Sobre o tema em questão, algumas palavras retiradas de “in
http://www.jazzstandards.com/compositions/index.htm” - adaptação e tradução por Ricardo Santos)

The Way You Look Tonight (#27) – Música de Jerome Kern e Letra de Dorothy Fields
Fred Astaire apresentou-a no musical da “RKO” “Swing Time”, o sexto de dez filmes onde ele e Ginger Rogers seriam as estrelas principais. Dorothy Fields and Jerome Kern escreveram para este filme, um dos mais populares temas de sempre. Com “The Way You Look Tonight” ganharam o prémio da Academia em 1936, batendo “I’ve Got You Under My Skin” e “Pennies from Heaven”.

Fred Astaire (Omaha, 10-05-1899 — Los Angeles, 22-06-1987) – Aqui o original do filme “Swing Time”, realizado por George Stevens, para “RKO Radio Pictures” em 1936, e começado a exibir em 27 de Agosto do mesmo ano, com um orçamento de 886 mil dolares que deram um lucro de 2.6 milhões.


Letra (versão de Fred Astaire)

Some day, when I'm awfully low,
And the world is cold,
I will feel a glow just thinking of you...
And the way you look tonight.
But you're lovely, with your smile so warm
And your cheeks so soft,
There is nothing for me but to love you,
Just the way you look tonight.
With each word your tenderness grows,
Tearing my fear apart...
And that laugh that wrinkles your nose,
Touches my foolish heart.
Lovely ... never, never change.
Keep that breathless charm.
Won't you please arrange it ?
'Cause I love you ... just the way you look tonight.
Mm, Mm, Mm, Mm,
Just the way you look to-night.

Michael Bublé (Burnaby, British Columbia, 09-09-1975 - 20xx) – Fazendo parte do seu primeiro álbum de Fevereiro de 2003, intitulado “Michael Bublé”.


Letra (versão de Michael Bublé)

Some day, when I’m awfully low,
When the world is cold,
I will feel a glow just thinking of you
And the way you look tonight.
You’re lovely, with your smile so warm
And your cheeks so soft,
There is nothing for me but to love you,
Just the way you look tonight.
With each word your tenderness grows,
Tearing my fear apart...
And that laugh that wrinkles your nose,
Touches my foolish heart.
Lovely ... never, ever change.
Keep that breathless charm.
Won’t you please arrange it?
’cause I love you ... just the way you look tonight.
Mm, tonight.

Rod Stewart (Highgate, Londres, 10-01-1945 – 20xx)


Letra (versão de Rod Stewart)

Some day, when I’m awfully low,
When the world is cold,
I will feel a glow just thinking of you
And the way you look tonight.
You’re lovely, with your smile so warm
And your cheeks so soft,
There is nothing for me but to love you,
Just the way you look tonight.
With each word your tenderness grows,
Tearing my fear apart...
And that laugh that wrinkles your nose,
Touches my foolish heart.
But you're lovely ... never, ever change.
Keep that breathless charm.
Darling please arrange it?
’cause I love you ... just the way you look tonight.
...
Darling, and the way you look tonight
Sweetheart, just the way you look tonight

Eliane Elias (São Paulo, 19-03-1960 - 20xx) (and Guests) – Nos concertos “Heineken” em 1996, com Eliane Elias (piano), Jack Dejohnette (bateria), Marc Johnson (contrabaixo) e Mannolo Badrena (percussão), gravado pela “TV Cultura” de São Paulo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.