Contigo nunca me perco, perdendo-me ! (Ricardo Santos)

sábado, 23 de abril de 2011

Amigos pelo menos - Interacção Humorística (XI)

Em 19-06-2009. Obrigado.

Amigos pelo menos

Um dia, na paragem do autocarro, estava uma rapariga que usava uma mini-saia muito apertada.

Quando o autocarro chegou e era a sua vez de entrar, apercebeu-se que a saia estava tão apertada que ela não conseguia levantar a perna o suficiente para chegar ao primeiro degrau.

Tentando arranjar uma maneira de conseguir levantar a perna ela recuou esticou os braços para trás e desapertou um bocadinho o fecho da saia. Ainda assim não conseguia chegar ao degrau...

Embaraçada recuou novamente e esticou os braços para trás das costas para desapertar um pouco mais o fecho. Ainda assim não conseguiu subir para o primeiro degrau...

Então, recuou novamente esticou os braços para trás e desapertou completamente o fecho da saia.

Pensando que desta vez ia conseguir levantou novamente a perna, apenas para descobrir que ainda não conseguia alcançar o degrau...

Vendo como ela estava embaraçada, o homem que estava atrás dela na fila do autocarro, pôs as suas mãos à volta da cintura dela, levantou-a e pousou-a no primeiro degrau do autocarro.

A rapariga virou-se furiosa e perguntou:

- Como se atreve? Eu nem sequer o conheço...

Chocado o homem respondeu-lhe:

- Bem, minha senhora, eu pensei que depois de ter recuado e me ter desapertado a braguilha três vezes, bem, pensei que já éramos pelo menos amigos...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.