A paixão nua e cega dos estios, Atravessou a minha vida como rios

Sophia de Mello Breyner Andresen, A Paixão Nua, in “O Nome das Coisas”.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

De facto Boa Música – Vocal Portuguesa (I)

(Dados Biográficos In Wikipédia e/ou In AllMusic.Com - Todos os excertos das biografias foram adaptados e algumas vezes traduzidos por Ricardo Santos)

Manuel Paulo de Carvalho Costa (Lisboa, 15-05-1947 – 20xx) - é um cantor português. Paulo de Carvalho começou, como baterista. Em 1962 foi um dos fundadores dos “Sheiks”. O sucesso da carreira da banda, a que chamaram “Os Beatles portugueses”, pôs-lhe fim às veleidades futebolísticas nos juniores do Benfica.
Musicalmente Paulo de Carvalho é um artista completo, muito mais canções o dariam a conhecer nos seus vários estilos musicais, ficam estes temas para aqui o enaltecer.

Tema “Corre Nina”, de 1970, composto por Pedro Osório e José Carlos Moura Portugal Sobral.



Tema “Flor Sem Tempo”, de 1971, composto por José Calvário e José Sotto Mayor.



Tema “E Depois Do Adeus”, de 1974, uma das senhas da Revolução do “25 de Abril”, composto por José Calvário e José Niza.



Tema “Nini Dos Meus 15 anos”, de 1978, composto por Paulo Carvalho e Fernando Assis Pacheco.

4 comentários:

  1. Ricardo, agora que posso (ups!!!) e por isso tenho assistido ao Viva a Música em directo no teatro da Luz. Tive o privilégio de ver e ouvir José Medeiros, um açoreano. Mais do que cantar ele interpreta. Uma das músicas que mais gostei foi "Sombras Chinesas". Conheces? Maria

    ResponderEliminar
  2. Não mas vou procurar para ouvir. Obrigado.

    ResponderEliminar

  3. Sou fã de Paulo Carvalho desde que me entendo por gente.
    Tem uma das melhores e mais expressivas vozes portuguesas.
    Graças aos Festivais da Canção acompanhei-o desde o berço até aos dias de hoje.

    Soube bem recordar estes temas.
    Obrigada Ricardo.
    Beijinhos festivaleiros
    (^^)

    ResponderEliminar
  4. Eu sei que tu respiras Festival por todos os poros. Já fui mais aficionado do que o que sou actualmente, embora hoje tenha alguém de quem muito gosto que me tem voltado a incentivar a ouvir o Festival da Canção Portuguesa e da Eurovisão.
    Obrigado Afrodite

    ResponderEliminar

Eu fiz um Pacto com a minha Língua, o Português, língua de Camões e de Pessoa.